Institucional

Imprensa

Acadêmicos do curso de Direito da Univel produzem vídeos e podcasts abordando sobre os Métodos Consensuais de Resolução de Conflitos (MCRC)

 

Como resultado desta atividade foram produzidos  26  vídeos e 26 episódios de podcasts, os conteúdos estão publicados em canais nas plataformas youtube e spotify

 

O Curso de Direito do Centro Universitário de Cascavel - Univel, em alinhamento com as diretrizes do Ministério da Educação (MEC), ofertou pela primeira vez uma disciplina em sua grade curricular com formato de extensão. A disciplina escolhida foi Métodos Consensuais de Resolução de Conflitos (MCRC) ofertada aos acadêmicos do 2º período, lecionada e coordenada pelo professor Leonardo Garcia.

Durante o primeiro bimestre os acadêmicos (extensionistas) receberam conteúdos teóricos em formato bibliográfico, audiovisual e palestras com profissionais de experiências relevantes nos respectivos meios consensuais de resolução de conflitos. No segundo bimestre, os extensionistas foram divididos em grupos, e cada um desses recebeu um tipo de método consensual de resolução de conflitos, devendo elaborar um vídeo e um podcast com informações técnicas, dados estatísticos e entrevistas com pessoas da comunidade e profissionais dos respectivos segmentos e ao fim, deveriam publicá-los em plataformas on-line para acesso do público. Este trabalho de extensão possuiu dois objetivos: A promoção do acesso à justiça como um direito fundamental e a disseminação dos métodos consensuais de resolução de conflitos à comunidade.

A acadêmica do curso de Direito da Univel, Anthonielly Pereira Tomazine, entende que o trabalho desenvolvido na disciplina foi um incentivo para aprofundar conhecimentos acerca da resolução de conflitos através do diálogo entre as partes. "A extensão e a disciplina MCRC logo no 1° ano de faculdade foi muito importante. Nos incentivou a ter uma visão mais aberta sobre resolver um conflito na base do diálogo entre as partes e os profissionais da área e, assim, não usar apenas o judiciário por meio de processos. Achei muito valiosa a experiência de poder fazer a extensão sobre um método em específico pois me ajudou a compreender mais sobre o assunto e a dinâmica de ter os encontros em grupo também ajuda no aprendizado", declara Anthonielly.

Para a acadêmica Andriele Maria Konrad, a disciplina oportunizou reflexões acerca das formas das maneiras de resolução de conflitos e o modo de pensar em Justiça. "Foi de extrema importância para meu processo de graduação abranger o conhecimento sobre a referida matéria, tendo em vista que a mesma traz um novo modo de pensar em Justiça, abrindo nossa mente sobre diferentes maneiras de como resolver as lides de forma eficiente, sem ser necessário ir para o meio judiciário, permitindo um acesso democrático e alternativo para solucionar os conflitos e se tornando vias promissoras no auxílio da desburocratização da Justiça, através do Sistema Multiportas", conta Andriele. 

A extensionista e acadêmica, Carline Colla, acredita que os métodos de resolução de conflito que são abordados na disciplina, proporcionam a resolução dos processos através de acordos sustentáveis e produtivos, sendo uma temática de suma importância durante a graduação em Direito. "Para o desenvolvimento desse projeto, o professor Leonardo nos deu todo o suporte necessário. Graças a essa experiência, compreendemos que a justiça pode expressar-se de maneiras autocompositivas, ou heterocompositivas, adequando-se às necessidades dos envolvidos na questão, garantindo agilidade, confidencialidade, efetividade, satisfação e protagonismo das partes. Ademais, verificamos que os MCRC proporcionam a celebração de acordos sustentáveis e produtivos, tudo isso pautado em diálogos construtivos e transformadores, que buscam pela solução amigável e pela paz", afirma Carline. 

O professor responsável pela disciplina, Leonardo Garcia, conta que as atividades desenvolvidas oportunizaram aos acadêmicos o protagonismo no processo de aprendizagem, além do contato com os profissionais da área. "Considero a experiência muito gratificante! Houve um expressivo desenvolvimento de nossos extensionistas, seja pela perspectiva acadêmica, seja pelo prisma de um crescimento pessoal. Mais, os alunos exerceram um protagonismo quanto a sua aprendizagem a partir do contato com a comunidade e profissionais do mercado de trabalho. Ainda, creio que tal experiência possa contribuir  de maneira relevante para o progresso da relação entre alunos e professores", destaca Leonardo. 

Como resultado desta atividade foram produzidos  26 vídeos e 26 episódios de podcasts. Esses conteúdos estão publicados em canais nas plataformas youtube e spotify. 

 

Por: Núcleo de Comunicação

20.12.2021

Galeria de Fotos

Hackathon Internacional: Acadêmicos do curso de TADS e Pedagogia da Univel participam do Internacional Space Apps Challenge da Nasa
Solidariedade: Acadêmicos do curso de Engenharia de Produção da Univel projetaram e produziram uma cama ortostática para uma aluna da APAE de Cascavel