Institucional

Imprensa

Univel tem duas equipes aprovadas no Projeto Rondon

Os representantes participarão das operações em Minas Gerais e no Amapá 

 

Em 2022, a Univel terá representantes nas duas operações do Projeto Rondon, que acontecerão em Minas Gerais e no Amapá. As equipes foram selecionadas mediante processo seletivo, submetendo planos de ações com foco no desenvolvimento sustentável das regiões atendidas.

O Projeto Rondon foi lançado em 1967 e regulamentado pela Lei no 6.310, de 15 de dezembro de 1975, o objetivo do projeto é abrir novas trilhas, assim como ampliar as ações já existentes ao desenvolvimento nacional sustentável, aos direitos humanos, à democracia e à cidadania. E assim tem sido feito nas mais de 80 operações realizadas nos últimos 16 anos. Mais do que oferecer suporte para comunidades marginalizadas, o Rondon tem compromisso com a formação cidadã dos estudantes universitários, que são levados a vivenciar outras culturas e conhecer um Brasil que normalmente está fora dos holofotes.   

 

As operações 

O Projeto Rondon, retoma em 2022, com duas frentes, a Operação Rondon das Gerais e a Operação Amapá Mais Forte. Durante 12 dias, cada município receberá 10 estudantes e 2 professores de duas universidades diferentes. As duas equipes trabalharão com oficinas de distintas áreas de conhecimento. Elas estão divididas em “Conjunto A” - Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde; e “Conjunto B” - Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. Além disso, cada operação tem o “Conjunto C”, formado por estudantes e professores de apenas uma universidade, responsáveis por toda a comunicação do projeto. 

A operação Rondon das Gerais, prevista para acontecer de 27 de janeiro a 13 de fevereiro de 2022, atenderá 12 municípios mineiros e terá como Centro Regional (CR), a cidade de Montes Claros /MG. Os municípios contemplados pelas oficinas de formação, realizadas por estudantes de todo o país, são Botumirim/MG, Campo Azul/MG, Cristália/MG, Engenheiro Navarro/MG, Grão Mogol/MG, Ibiaí/MG, Ibiracatu/MG, Josenópolis/MG, Olhos- D'Água/MG, Ponto Chique/MG, Ubaí/MG e Varzelândia/MG. 

A Univel estará presente em Montes Claros- MG, com a equipe de comunicação do Conjunto C, coordenada pelo professor Doutor Cristian Cipriani e formada pelos alunos Alessandro Major, Alexia Harrschaft, Bruna Mateus, Fernanda Camila Basso, Larissa Carolina Schuster, Thaís Melo, Valquíria Kenautt dos Santos, Valquíria Kenautt dos Santos, Victor Alves. Todos dos cursos de Publicidade e Propaganda, Fotografia e Design Gráfico. 

O professor-coordenador do grupo, Dr. Cristian Cipriani, acredita que essa é uma experiência com potencial transformador para os estudantes. “O projeto vai ser importante para nós nos desenvolvermos enquanto acadêmicos e enquanto pessoas. Teremos a oportunidade de entrar em contato com outras culturas e realidades, além de podermos ensinar o que a gente sabe e aprender com elas”, disse o docente, destacando como está a preparação do grupo C para a missão “nós estamos nos preparando há um tempo, em razão de que o conjunto C demanda trabalhos antes e depois da missão e para isso nós já realizamos alguns encontros com os rondonistas. A intenção é dividir essa produção de conteúdo para que todos possam participar e ter a experiência desses três momentos, o antes, o durante e o depois. Já vínhamos pensando no Rondon e no conjunto C desde maio, para que em janeiro a gente possa ir e viver essa experiência”, pontuou o professor-coordenador .  

Já a operação Amapá Mais Forte será realizada entre os dias 3 a 20 de fevereiro de 2022, em 12 municípios amapaenses e terá como centro regional a capital, Macapá/AP. As cidades contempladas são Amapá/AP, Calçoene/AP, Cutias/AP, Laranjal do Jari/AP, Itaubal/AP, Mazagão/AP, Pedra Branca do Amapari/AP, Porto Grande/AP, Pracuúba/AP, Serra do Navio/AP, Tartarugalzinho/AP e Vitória do Jari/AP. A equipe da Univel foi designada para realizar oficinas na cidade de Vitória do Jari - AP. O grupo é coordenado pelo professor Júlio César Antunes Ferreira e composta pelos alunos(as) Brenda de Oliveira Moraes, Cleomara Daniela Granetto, Ana Karolina Queiroz, Felipe Danczuk, Wilsander Lopes, Fernando Galbiati Machado, Enio Hickmann e William Lucas Alves da Silva. Os acadêmicos são dos cursos de agronomia, direito, arquitetura, fisioterapia e medicina veterinária.

O professor-coordenador da equipe, Dr. Júlio Cesar Augusto Ferreira, comenta que a preparação já está em andamento. “Estamos preparando oficinas com o objetivo de levar inovações que acrescentem na qualidade de vida da população”. Segundo ele, a expectativa é de conseguir realizar as oficinas propostas com a máxima excelência. “Esperamos poder fazer o bem para aquela população que mais precisa de apoio à informação", completa.

 

Viagem precursora

No mês de outubro os professores-coordenadores, Cristian Cipriani, responsável pelo conjunto C e Júlio Cesar Augus Ferreira, responsável pela equipe do conjunto B, viajaram para as cidades designadas como centro regional de suas respectivas operações. A visita tem como intuito a realização da Viagem Precursora do projeto, prevista para acontecer em de janeiro de 2022. 

Os professores-coordenadores iniciaram nesta data o diálogo com prefeitos, secretários municipais e lideranças locais, com objetivo de conhecer melhor a realidade das cidades. Este diagnóstico deverá nortear as propostas de trabalho de cada equipe, a fim de atender às demandas da população local. Em cerca de um mês, os professores voltarão para as regiões acompanhados de mais de 200 estudantes para colocar em prática, voluntariamente, ações que visam contribuir com o desenvolvimento sustentável e bem-estar das comunidades. 

Outro passo importante da viagem foi a reunião entre os professores-coordenadores e a equipe de Comunicação Social e a coordenação  de Comunicação do Projeto Rondon. O encontro teve como finalidade a definição das dinâmicas de trabalho para tornar viável a produção de conteúdo e divulgação da Operação na imprensa regional. A equipe responsável pela comunicação também é formada por professores e estudantes e é denominada Conjunto C. Neste ano, a parceria foi firmada com a Univel. 

 

Realização e parcerias

O Projeto Rondon é uma ação interministerial do Governo Federal, coordenada pelo Ministério da Defesa. A iniciativa das operações envolve o Ministério da Defesa, por meio da coordenação geral do Projeto Rondon, os governos estaduais e os Batalhões da Infantaria do Exército das regiões contempladas.Também contribuem para o Projeto os seguintes Ministérios: Agricultura, Pecuária  e Abastecimento; Educação; Cidadania; Saúde; Meio ambiente; Desenvolvimento Regional; e Secretaria de Governo  da Presidência da República.  

 

Por: Núcleo de Comunicação

16.12.2021

Dia de confraternização: colaboradores das equipes de limpeza e segurança da Univel participam de um dia especial
Hackathon Internacional: Acadêmicos do curso de TADS e Pedagogia da Univel participam do Internacional Space Apps Challenge da Nasa